Bactérias já se alimentam de penicilinas


Um grupo de cientistas americanos descobriu que determinados tipos de bactérias não apenas são resistentes à penicilina, mas a utilizam para se alimentar, segundo um estudo publicado pela revista "Nature Chemical Biology"




A equipe dirigida por Gautam Dantas, da Universidade de Washington na Escola de Medicina de Saint Louis (Missouri), examinou como estes organismos são capazes de decompor a penicilina a fim de usarem algumas de suas partes como sustento. Entender este processo ajudará a combater, mediante o desenvolvimento de novos fármacos, a propagação das bactérias resistentes na atualidade.

Os autores explicaram que existem microrganismos que habitam solos contaminados, propagando-se com facilidade e sobrevivendo à presença de antibióticos. A equipe americana identificou as enzimas e os genes que permitem a estas bactérias que vivem em lodaçais decompor a penicilina em partes que podem utilizar para sua própria nutrição.




Os autores concluíram que as enzimas e genes identificados neste estudo poderiam ser usados para sintetizar novos antibióticos e limpar áreas contaminadas, além de detectar de forma antecipada a propagação da resistência antimicrobiana.

Fonte: vivabem.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares