Eficácia do formoterol na reversão imediata do broncoespasmo


Os b2-agonistas inalatórios desempenham um papel importante no tratamento da asma, devido ao seu excelente efeito broncodilatador. Os b2-agonistas de curta ação, salbutamol e fenoterol, são habitualmente empregados na reversão das crises agudas de broncoespasmo. Já os broncodilatadores formoterol e salmeterol têm um efeito broncodilatador prolongado, sendo classificados como b2-agonistas de longa ação.

Um estudo demonstrou que o formoterol liberado através de inalador de pó seco apresenta um rápido início de ação broncodilatadora, comparável à do fenoterol spray. O grau de broncodilatação alcançado por pacientes submetidos a broncoespasmo induzido por metacolina foi praticamente idêntico comparando-se a administração de formoterol por inalador de pó seco com a de fenoterol por nebulímetro pressurizado.

Na literatura internacional encontram-se poucos trabalhos comparando o efeito do formoterol na reversão imediata do broncoespasmo em relação aos b2-agonistas de curta ação. O presente estudo é um dos poucos a utilizar o fenoterol em comparação ao formoterol, além de apresentar uma amostragem de pacientes maior em relação aos estudos anteriores.




Dentre os b2-agonistas de longa ação, o formoterol é o que apresenta início de ação mais rápido. Os resultados obtidos neste estudo estão de acordo com as conclusões encontradas na literatura.

Alguns autores, em estudo randomizado com dezesseis pacientes asmáticos, compararam a velocidade e o grau de broncodilatação obtidos com o uso de 12ug e 24ug de formoterol liberado por inalador de pó seco com 400ug de salbutamol liberado por nebulímetro pressurizado após broncoespasmo induzido por metacolina, e não encontraram diferença significativa entre os grupos

O efeito broncodilatador imediato do formoterol também está associado à escolha do dispositivo inalatório empregado para sua administração. O inalador para pó seco apresenta deposição pulmonar superior à do spray, o que está associado a maior eficácia do produto.

A facilidade na administração do formoterol, através de um inalador de pó seco (aerolizer), permite sua utilização tanto por crianças quanto por idosos que possuam dificuldades nas manobras exigidas para o uso do nebulímetro pressurizado, o que resulta em maior aderência ao tratamento.

Fonte: Jornal Brasileiro de Pneumologia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares