Excesso de higiene e de antibióticos aumenta doenças em crianças, diz estudo


A ciência mostra que descartar excessivamente os micróbios com nossos desinfetantes de mãos, sabonetes antibacterianos e doses exageradas de antibióticos está tendo um impacto profundamente negativo no sistema imunológico de nossos filhos, diz a microbiologista Marie-Claire Arrieta, co-autora de um livro chamado “Deixe-os comer sujeira: salvando nossos filhos de um mundo ultrapassado”.

Os especialistas acreditam que a limpeza exagerada está contribuindo para uma série de condições crônicas que vão desde alergias até a obesidade.




Marie-Claire Arrieta explica que, quando nascemos, não temos micróbios. Nosso sistema imunológico está subdesenvolvido. Entretanto, assim que estes microrganismos entram em ação, ativam o nosso sistema imunológico para que ocorra o correto funcionamento. Sem o contato com micróbios, não desenvolvemos a capacidade natural de combater infecções satisfatoriamente.

A hipótese do excesso de higiene pode explicar por que as alergias, bem como a obesidade ou a doença inflamatória do intestino, são doenças que apresentam aumento na incidência.




A higiene é crucial para a nossa saúde, portanto não se sugere que deixemos de lavar as mãos. Para os pesquisadores, devemos fazer isto na hora em que seja eficaz para a prevenção de doenças, ou seja, antes de comer e depois de usar o banheiro. Qualquer outra vez, de acordo com o estudo, seria desnecessário.

Deve haver um equilíbrio entre prevenir a infecção, que ainda é uma ameaça real na sociedade, mas também promover esta exposição microbiana que, para os estudiosos, é saudável.

Fonte: Saúde Curiosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares