Os remédios mais vendidos do Brasil


A Anvisa divulgou, no final de dezembro de 2017, um relatório completo com os dados de comercialização de remédios em todo o país durante o ano de 2016. No total, foram vendidos 4 bilhões de medicamentos, com um faturamento total de 63 bilhões de reais.

Em relação aos princípios ativos que, sozinhos, são os mais lucrativos, a lista de campeões conta o trastuzumabe (para câncer de mama), o sofosbuvir (para hepatite C), a vacina contra a gripe, o adalimumabe (para artrite reumatoide) e o cloreto de sódio (para o reestabelecimento de fluidos e eletrólitos após vômitos e diarreias), respectivamente.

A seleção dos mais vendidos por unidade tem o cloreto de sódio, a losartana potássica (para hipertensão) e a dipirona (para dor e febre) no pódio, com mais de 100 milhões de caixinhas distribuídas.




Logo atrás, com 50 a 100 milhões unidades negociadas, estão listadas a metformina (para o diabetes tipo 2), o paracetamol (para dor e febre), a nimesulida (para dor e inflamação), a hidroclorotiazida (para hipertensão), o levonorgestrel (pílula anticoncepcional), o ibuprofeno (para dor e febre) e a levotiroxina (para o hipotireoidismo). Essa é a segunda publicação de um relatório do tipo pela Anvisa.

Segundo os diretores da entidade governamental, o objetivo é trazer mais transparência aos dados da indústria farmacêutica no país. Você pode conferir todas as informações neste link. Estes dados, provenientes da Anvisa, desmistificam fontes menos confiáveis que todos os anos colocam a nafazolina no topo das vendas.

Fonte: saude.abril.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares