Segundo Academia Norte-Americana de Pediatria, codeína pode ser fatal para crianças


A Academia Norte-Americana de Pediatria está pedindo com veemência aos pais e profissionais de saúde que parem de dar codeína às crianças, argumentando que é preciso divulgar melhor os riscos e as restrições ao uso desse medicamento em pacientes com menos de 18 anos de idade. A entidade divulgou um relatório clínico entitulado "Codeína: É Hora de Dizer Não".




Determinados indivíduos, especialmente as crianças e as pessoas com apneia obstrutiva do sono, são "metabolizadores ultrarrápidos" e podem experimentar taxas respiratórias severamente lentas ou até mesmo morrerem depois de tomar uma dose padrão do fármaco.

Apesar desses riscos serem bem documentados e das preocupações expressas por grupos como a própria Academia Norte-Americana de Pediatria, o FDA e a Organização Mundial de Saúde, os otorrinolaringologistas foram os prescritores mais frequentes da formulação codeína + paracetamol (19,6%), seguidos pelos dentistas (13,3%), pediatras (12,7%) e clínicos gerais (10,1%).




A gestão eficaz da dor para crianças permanece um desafio," disse o Dr. Joseph D. Tobias, principal autor do relatório, "porque os corpos das crianças processam as drogas de forma diferente dos adultos."

Fonte: Diário da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares