Vantagens e desvantagens dos comprimidos


Comprimidos são preparações de consistência sólida contendo uma unidade posológica, de um ou vários princípios ativos, obtidos aglomerando-se por compressão um volume constante de partículas.

Vamos às vantagens desta forma farmacêutica:

- Uso fácil (volume reduzido o bastante para ser submetido ao acondicionamento e ao transporte);
- Dosagem precisa por unidade posológica;
- Meio seco e condensado favorável à boa conservação;
- Forma conveniente para os princípios ativos pouco solúveis;
- Fabricação industrial em grande escala reduzindo o custo (atende à facilidade de produção e rendimento);
- O sabor desagradável dos fármacos, menos perceptíveis que em meio líquido, pode ser completamente mascarado pelo revestimento;
- Boa apresentação.




Agora, seguem as desvantagens:

- Se a desintegração não ocorrer rapidamente, pode ser nocivo à mucosa do tubo digestivo;
- Se o modo de fabricação não for perfeitamente estudado, pode ser que a desintegração não ocorra;
- Alguns princípios ativos não podem ser veiculados nesta forma farmacêutica;
- Impossibilidade de adaptação de posologia individual;
- Impossibilidade de obtenção econômica de quantidades reduzidas, devido ao relativo custo elevado do equipamento;
- Facilita a automedicação em grandes proporções;
- Impossibilidade de administração a lactentes e comatosos;
- Pessoas com dificuldade para deglutição não conseguem se adaptar ao uso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares