Café ajuda a prevenir Alzheimer e Parkinson


"O consumo de café parece ter alguma correlação com um menor risco de desenvolver a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson. Mas queríamos investigar o motivo disso - quais compostos estão envolvidos e como eles podem afetar o declínio cognitivo relacionado à idade," explica o Dr. Donald Weaver, que fez a pesquisa com seus colegas Ross Mancini e Yanfei Wang, do Instituto do Cérebro Krembil (Canadá).

A equipe escolheu investigar três tipos diferentes de café - de torrefação leve, torrefação forte e torrefação forte descafeinado.

"O torrado escuro com cafeína e sem cafeína apresentaram potências idênticas em nossos testes experimentais iniciais. Por isso, observamos desde o início que seu efeito protetor não poderia ser devido à cafeína," disse o Dr. Mancini, confirmando pesquisas anteriores que concluíram que café descafeinado também aumenta a expectativa de vida.

Ao aprofundar os estudos, a equipe identificou um grupo de compostos conhecidos como fenilindanos, que emergem como resultado do processo de torrefação dos grãos de café.

Trata-se do único composto investigado no estudo que previne - ou melhor, inibe - a agregação, tanto da beta-amiloide quanto da tau, dois fragmentos de proteínas comuns no desenvolvimento de Alzheimer e de Parkinson.

Fonte: Diário da Saúde


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares