Há um ano, Olcadil® foi retirado do mercado. Pacientes adaptados?


Já se passou um ano desde o desabastecimento do medicamento Olcadil® (cloxazolam) nas drogarias, acompanhado de posterior decisão da Novartis de descontinuá-lo em definitivo, devido à dificuldade para aquisição do princípio ativo.

Este benzodiazepínico possuía algumas particularidades, que eram vistas como pontos positivos aos pacientes adaptados ao tratamento. Algumas das características do cloxazolam:

· Maior potência em relação ao diazepam na função ansiolítica e menor sedação;
· Rapidamente absorvido, com rápido início de ação;
· O pico de concentração sérico ocorre em uma hora e tem meia-vida de 40 horas, podendo ser administrado em dose única diária;
· As doses de cloxazolam podem ser individualizadas e mantidas baixas, desde que eficazes;
· A associação com antidepressivos promove o alívio dos sintomas desde o início do tratamento para transtornos ansiosos, contribuindo para adesão ao esquema terapêutico.

Como ficaram os pacientes de lá para cá? Todos adaptados a outra alternativa disponível? Você, como profissional atuante em um estabelecimento de saúde, ainda registra relatos sobre este medicamento? Compartilhe conosco a sua experiência!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares