Coronavírus: regras de triagem para doação de sangue


De acordo com as orientações, pessoas que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de regiões com casos autóctones (locais) confirmados de coronavírus (Covid-2019, Sars e Mers) deverão ser consideradas inaptas para doação por um prazo de 30 dias, após o retorno das áreas afetadas.

Quem teve contato, nos últimos 30 dias, com caso suspeito ou indivíduo diagnosticado com coronavírus estará inapto para doação também por um mês, após o último contato com a pessoa.

Ainda de acordo com o MS e Anvisa, candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos vírus Covid-2019, Sars e Mers deverão ser considerados inaptos por um período de 90 dias, após sua completa recuperação.

Já os candidatos que tiveram resfriado comum ou infecções de vias respiratórias causadas eventualmente por coronavírus, mas sem histórico de viagem para regiões endêmicas ou contato com pessoas provenientes destas áreas, não deverão ser considerados de risco para a infecção desses novos vírus.

A Anvisa e o MS informam que não existe evidência, até o presente momento, de transmissão transfusional dos coronoavírus e que, por este motivo, a ação é realmente preventiva.

Fonte: http://portal.anvisa.gov.br/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares