Hospital da USP usará robô em ala de pacientes com covid-19


Um equipamento, inicialmente idealizado para levar medicamentos entre as alas do Hospital Universitário da USP, está sendo readequado para atender aos protocolos rígidos trazidos pela pandemia do coronavírus SARS-CoV-2, como o mínimo contato entre os pacientes.

O Robô Transportador Hospitalar permitirá o transporte de remédios, exames e documentos, a uma velocidade entre 4 e 5 km/h, nas áreas do hospital universitário dedicadas ao atendimento dos pacientes com covid-19.

O robô opera através de um aplicativo instalado no celular dos funcionários do hospital: o funcionário solicitará o serviço ao equipamento e o robô cumprirá as ordens. Com autonomia para funcionar até 8 horas ininterruptas, o robô fica parado em uma estação de recarga da bateria quando não é solicitado.

"Além de diminuir o contato entre as pessoas, os funcionários que antes eram designados para essas tarefas poderão realizar atividades mais nobres," conta o professor José Roberto Cardoso, responsável pela construção e testes do robô.

O projeto original, chamado de Robô de Entregas, começou a ser realizado em maio de 2019. A ideia era disponibilizar um veículo autônomo no campus da USP para executar atividades administrativas, como o transporte de documentos entre as unidades.

"Foi quando o Departamento de Farmácia do HU veio até nós com a demanda de automatizar o setor," explica Cardoso. "A ideia era que o deslocamento de medicamentos fosse feito por máquinas, agilizando todo o processo. Mas chegou o coronavírus e as prioridades mudaram."

Fonte: diariodasaude.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares