Tratamento alternativo alivia depressão em 90% dos participantes


Uma nova técnica de estimulação magnética do cérebro aliviou rapidamente os sintomas de depressão grave em 90% dos participantes de um pequeno estudo realizado por pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford (EUA).

Os pesquisadores estão otimistas de que a segunda etapa, que será feita com um número mais significativo de pacientes, seja igualmente eficaz no tratamento de pessoas cuja condição não melhorou com medicamentos, com terapia de conversação ou mesmo outras formas de estimulação eletromagnética.

O tratamento é chamado SAINT (Stanford Accelerated Intelligent Neuromodulation Therapy). É uma forma de estimulação magnética transcraniana já aprovada pelas autoridades de saúde para o tratamento da depressão, embora tenham havido resultados controversos nos estudos feitos em outros países.

Os pesquisadores afirmam que sua terapia "inteligente e acelerada" melhora os protocolos atuais aprovados, aumentando o número de pulsos magnéticos, acelerando o ritmo do tratamento e direcionando os pulsos de acordo com os neurocircuitos de cada indivíduo.

Fonte: diariodasaude.com.br

Artigo: Stanford Accelerated Intelligent Neuromodulation Therapy for Treatment-Resistant Depression

Publicação: American Journal of Psychiatry


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares