Regularização do fornecimento de Aspirina® Prevent 100mg


A Bayer informou, em comunicado disponibilizado pela internet no final de maio, que a situação de falta temporária do medicamento Aspirina® Prevent (concentração de 100mg) foi regularizada e que o produto está novamente disponível nas drogarias de todas as regiões do Brasil.

No mês de janeiro a empresa havia comunicado a falta temporária deste medicamento nas apresentações de 100mg e 300mg devido a obras para modernização em sua fábrica. O comunicado mais recente refere-se apenas à apresentação de 100mg. Existe a possibilidade de contato com o SAC em caso de dúvidas.

Fonte: bayer.com.br


Desabastecimento de Lorax®


Em comunicado deste 24 de junho feito pelo website, o grupo Wyeth/Pfizer informa o desabastecimento temporário do medicamento Lorax® (lorazepam) nas apresentações de 1mg e 2mg.

O motivo associado a esta ocorrência é a mudança no processo de fabricação, precisando ser submetida e validada pela Anvisa. A previsão para normalização, que o fabricante transmite de forma alinhada com o órgão regulador, está atualizada para agosto de 2021.

Há orientação para se consultar um profissional médico em caso de dúvidas quanto à disponibilidade do tratamento.

Fonte: pfizer.com.br


Desabastecimento de Frontal® XR 2mg


O grupo Wyeth/Pfizer informou este mês, por meio de comunicado em seu site, que o medicamento Frontal® XR (alprazolam), na apresentação de 2mg, passará por um desabastecimento temporário devido atrasos nos processos de produção e importação do produto. A previsão de normalização é novembro de 2019.

Fonte: pfizer.com.br


Desabastecimento de Vibramicina®


O grupo Wyeth/Pfizer informa, por meio de comunicado em seu site, que o medicamento Vibramicina® (cloridrato de doxiciclina) na apresentação de comprimidos revestidos de 100mg, passará por desabastecimento temporário devido a mudança da unidade fabril responsável por sua produção.

A previsão para a normalização do abastecimento está atualizada para o mês de julho.

Fonte: pfizer.com.br


Reativação de Atensina® 0,200 mg


A Boehringer Ingelheim do Brasil informou neste mês de maio, por meio de comunicado regulatório em seu site, a reativação da fabricação do medicamento Atensina® (cloridrato de clonidina) na concentração de 0,200mg.

Ainda em mesmo comunicado, a empresa informa que o reabastecimento será gradual e que a normalização de sua disponibilidade no mercado deverá ocorrer durante o mês de junho.

Fonte: boehringer-ingelheim.com.br


ONU: Uso excessivo de antimicrobianos pode matar 10 milhões ao ano até 2050


Relatório de entidades ligadas à ONU (Organização das Nações Unidas), divulgado neste 29 de abril, alerta que o uso excessivo de medicamentos e os consequentes casos de resistência antimicrobiana podem causar a morte de até 10 milhões de pessoas todos os anos até 2050.

O prejuízo à economia global, segundo o documento, pode ser tão catastrófico quanto a crise financeira que assolou o mundo entre 2008 e 2009. A estimativa é que, até 2030, a resistência antimicrobiana leve cerca de 24 milhões de pessoas à extrema pobreza.

Atualmente, pelo menos 700 mil pessoas morrem todos os anos devido a doenças resistentes a medicamentos - incluindo 230 mil por causa da chamada tuberculose multirresistente. "Mais e mais doenças comuns, incluindo infecções do trato respiratório, infecções sexualmente transmissíveis e infecções do trato urinário estão se tornando intratáveis", destacou a OMS (Organização Mundial da Saúde) por meio de comunicado.

"O mundo já está sentindo as consequências econômicas e na saúde, à medida que medicamentos cruciais se tornam ineficazes. Sem o investimento dos países em todas as faixas de renda, as futuras gerações terão de enfrentar impactos desastrosos da resistência antimicrobiana descontrolada", completou a entidade.

Fonte: UOL


Desabastecimento e Regularização de Natifa e Natifa Pro


No dia 2 deste mês de abril, a Libbs notificou em seu site o desabastecimento de Natifa (estradiol 1mg) e Natifa Pro (estradiol 1mg + acetato de noretisterona 0,5mg), devido a problemas na cadeia de suprimentos, ocasionando falta temporária do produto nas drogarias.

Esta informação já foi atualizada pela empresa, com a notícia de normalização da produção e retomada do abastecimento. Pacientes que ficarem em dúvida quanto à disponibilidade do medicamento poderão entrar em contato com o fabricante para obter esclarecimentos.

Fonte: libbs.com.br


Há um ano, Olcadil® foi retirado do mercado. Pacientes adaptados?


Já se passou um ano desde o desabastecimento do medicamento Olcadil® (cloxazolam) nas drogarias, acompanhado de posterior decisão da Novartis de descontinuá-lo em definitivo, devido à dificuldade para aquisição do princípio ativo.

Este benzodiazepínico possuía algumas particularidades, que eram vistas como pontos positivos aos pacientes adaptados ao tratamento. Algumas das características do cloxazolam:

· Maior potência em relação ao diazepam na função ansiolítica e menor sedação;
· Rapidamente absorvido, com rápido início de ação;
· O pico de concentração sérico ocorre em uma hora e tem meia-vida de 40 horas, podendo ser administrado em dose única diária;
· As doses de cloxazolam podem ser individualizadas e mantidas baixas, desde que eficazes;
· A associação com antidepressivos promove o alívio dos sintomas desde o início do tratamento para transtornos ansiosos, contribuindo para adesão ao esquema terapêutico.

Como ficaram os pacientes de lá para cá? Todos adaptados a outra alternativa disponível? Você, como profissional atuante em um estabelecimento de saúde, ainda registra relatos sobre este medicamento? Compartilhe conosco a sua experiência!


Os artigos mais populares